Sacrifício: O que a história de Teseu na mitologia grega, pode ter a ver com The Last of Us Part II



Embora o trailer, visualmente, não seja tão enigmático assim, é interessante discutirmos essa teoria. Já tínhamos percebido, porém, precisávamos de intimidade, conhecimento, para entendermos de fato qual a ligação que ela poderia ter com The Last of Us Part II.

No vídeo, enquanto Ellie canta e toca violão, nota-se que as paredes no quarto onde ela está, é tomada por velhos pôsteres. À direita, na imagem que abre essa postagem, é possível ver isolado dos demais, um com o nome Theseus. No Brasil, Teseu.

Quem é Teseu e qual a sua história?

Em resumo, segundo a mitologia grega, Teseu foi um grande herói ateniense, que de acordo com historiadores, governou Atenas entre 1234 e 1204 A.C.

Filho de Egeu, ele sacrificou-se e foi enviado a ilha de Creta, junto a outros jovens, na terceira remessa de um pagamento de uma dívida que o pai tinha com o rei Minos. Lá, existia um labirinto onde o filho adotivo monstruoso de Minos, chamado Minotauro, caçava e matava suas oferendas. Disposto a acabar com a fera, em sua partida, Teseu usou velas pretas para navegar e seu pai entregou-lhe um jogo de velas brancas, para usar caso ele saísse vitorioso da ilha.

Ao chegar em Creta, a linda Ariadne, filha do poderoso Minos, apaixonou-se por Teseu e combinou com ele um meio de encontrar a saída do terrível labirinto. Com a ajuda de um novelo de lã, Ariadne ficou na entrada segurando o novelo, enquanto Teseu foi desenrolando-o, à medida que avançava pelo labirinto. Para que assim, ele pudesse achar facilmente a saída do lugar. Teseu entrou, encontrou e matou o Minotauro com um só golpe na cabeça.

Na volta para casa, o ateniense se separou da filha de Minos, durante uma parada na ilha de Naxos e de lá zarpou. Não se sabe o real motivo. Há diversas versões da história.

Ao se aproximar de Atenas, Teseu se esqueceu de trocar as velas negras pelas velas brancas, e seu pai, quando avistou o navio, achou que ele havia morrido, e atirou-se do penhasco no mar, que então passou a levar o seu nome. Subindo ao trono, Teseu organizou um governo democrático, reunindo os habitantes da Ática, fazendo leis sábias e úteis para o povo. Vendo que tudo corria bem e os atenienses estavam felizes, Teseu mais uma vez se ausentou em busca das aventuras que tanto gostava.

O que isso teria a ver com a história de The Last of Us Part II?

Podemos destacar diversos pontos dessa teoria. Como, a coragem e o sacrifício, de Teseu e do pai. A esperança, o desejo de justiça e luta por um bem maior. O romance do herói com a filha do inimigo e sua ajuda. O labirinto de difícil saída, do Minotauro.

Tudo isso remete-se a um caminho sem volta, ao sacrifício, ou você pode acreditar que é apenas um pôster, colocado ali por acaso. Mas de uma coisa podemos ter certeza, conforme demonstrado pelo diretor do game no começo da semana passada, The Last of Us Part II também abordará dilemas e questionamentos comuns da humanidade, assim como no primeiro game.
Tecnologia do Blogger.