Diretor lamenta por desumanizarem personagem de The Last of Us Part II e não entenderem seu lado

Druckmann fala o que o inspirou na criação da personagem e como a batalha final mostra que o que personagens fizeram foi inútil.

Antes de prosseguir lendo essa notícia, se você ainda não jogou ou concluiu The Last of Us Part II, saiba que ela contém informações, SPOILERS que certamente comprometerão sua experiência.

Em entrevista ao Eurogamer, o diretor de escritor de The Last of Us Part II, Neil Druckmann, falou sobre o enredo do game e suas implicações. Questionado sobre os atos cruéis dos personagens, ele disse que no marketing, falaram que seria um jogo sobre ódio, mas que não é verdade, é um jogo sobre empatia, é um jogo sobre perdão e que embora eles tenham feito disso coisas desconfortáveis para o jogador ser cúmplice, a redenção que vem a seguir é um aprendizado. Mas se sente mal por ver que há pessoas que não entenderam o lado da Abby.

A coisa toda foi construída de tal maneira que, no começo do jogo, vamos fazer você sentir um ódio tão intenso que mal pode esperar para encontrar essas pessoas e fazê-las pagar. E é isso que você está vendo online... você viu alguns dos vazamentos. A maneira como eles desumanizaram Abby e a maneira como estão falando sobre Abby é meio horrível. E, no entanto, é completamente humano. É o que fazemos.
Vimos isso uma e outra vez. Assistimos a entrevistas de pais que perderam seus filhos ou alguém que eles amam para a violência. Eles dizem que, se eu puder colocar minhas mãos na pessoa responsável, eu as esfolarei com vida. E eu acredito neles, acredito que, nas circunstâncias certas, seres humanos normais são capazes disso. Então a exploração deste jogo é como, como podemos começar com esse estado e depois fazer você refletir sobre ele? E então, talvez, talvez... se algo acontecer no mundo fora do jogo, sobrar um pouco disso, então você pelo menos faz uma pausa e diz: OK, como é estar nessa outra perspectiva?

A luta final entre Ellie e Abby também foi debatida. O quão os primeiros acontecimentos revoltam o jogador por sede de vingança, mas que acaba surgindo pensamentos confusos de quem é o herói e o vilão da trama.

Para mim, herói e vilão é muito julgador para a maneira como abordamos isso. É para dizer: aqui estão alguns personagens defeituosos que fazem escolhas imperfeitas e precisam lidar com essas escolhas, e dizer: você pode voltar disso?

Ele explica como a história de Ellie é uma tentativa de preencher o buraco que sobrou quando Joel morreu, e que cada morte cada vez mais brutal, tira cada vez mais sua humanidade, se tornando uma busca vazia, baseado em entrevistas reais que assistiram com famílias que tiveram seus entes executados, mas que a vingança disfarçada de justiça não levou nada.

Sobre a história de redenção de Abby, o dog também analisa como ela dedicou os últimos cinco anos a encontrar e matar Joel e como a batalha final com Ellie, mostra para ambas que o que fizeram foi inútil.

Ela se transformou nessa arma. Ela está imaginando que ele é uma pessoa maior do que a vida, ele é como o diabo em sua mente, e você vê isso; esse grupo tem pavor desse homem, mesmo depois que eles atiram na perna dele. Eles têm pavor dele. Eles estão tremendo. E então é esse tipo de coisa lamentável, a maneira como ele morre. Não é nada satisfatório, é apenas triste. Então, está explorando qual é sua redenção depois disso. Sua redenção está salvando essas crianças de um grupo com o qual ela esteve em guerra e ela matou quem sabe quantos. E é aí que ela encontra um propósito. Isso é positivo.
Para chegar ao seu ponto, com essa luta, nossa esperança - e eu sei que haverá pessoas que se sentem de maneiras diferentes - nossa esperança era que você está torcendo pelos dois personagens. Ellie chega ao mesmo ponto, quase como onde Abby estava, onde ela tem certas expectativas de como será essa luta, e é muito mais complexo do que isso. Abby não é a pessoa que matou Joel. É uma pessoa que sofreu e encontrou redenção. E você, como jogador, tem o contexto completo para os dois personagens e entende como essa luta é inútil.

 A criação da nova personagem envolvem experiências pessoais e o que um ser humano faria com muita raiva, se pudesse fazer o que passa em sua mente, em retribuição ao que fizeram com ele.

Quando eu era bem jovem, com a idade de Ellie, estava assistindo o noticiário e vi um linchamento que foi capturado por uma câmera. E isso me afetou em um nível tão profundo - a violência, e houve, tipo, uma torcida dentro dela. Isso realmente me deu nojo. E na minha cabeça, eu estava tipo, eu gostaria de matar todas essas pessoas. Se eu pudesse apertar um botão, faria. Se eu pudesse estar em uma sala com uma dessas pessoas que fazia algumas das coisas mais horríveis, se elas estivessem amarradas a uma cadeira, acho que poderia torturá-las. Foi para onde minha mente foi.
E então, anos depois, você reflete sobre isso e fica tipo, realmente bagunçado. Sabe, eu vivi uma vida normal, só estive em um punhado de brigas na escola, nada de importante, e... com que facilidade minha mente foi capaz de entrar nesse tipo de estado, apenas observando alguma coisa. E então tentando imaginar, caramba, o que aconteceria se fosse alguém próximo a mim. Esses são estranhos. Eu nem conheço nenhuma dessas pessoas. Eu não conheço as vítimas. Não conheço as pessoas que cometeram isso.
Tornou-se este interessante debate filosófico na minha cabeça que eu tenho há muitos anos. Então eu disse, ok, em um jogo, provavelmente poderíamos fazer você sentir esses mesmos sentimentos - e sabemos que temos um personagem tão amado quanto Joel que as pessoas vêem quase como um membro da família, reagindo aos vazamentos. Podemos fazer com que você sinta esses sentimentos.
O desafio é o que dissemos o tempo todo: se as pessoas não entendem Abby, o jogo inteiro falha. Isso não funciona. Se, durante todo o tempo, você apenas quer vingança e nunca se empolga com ela, o jogo acaba. E foi aí que a maior parte do esforço do jogo foi, para tornar Abby... não necessariamente boa. A armadilha em que muitos escritores se enquadram nesse tipo de história é: OK, precisamos que as pessoas gostem de Abby, vamos fazê-la perfeita. Ela não faz nada errado. Ela só faz escolhas morais. Mas não, não é daí que a empatia vem. Na verdade, a empatia vem de cometer erros, desafiar e tentar corrigir seus erros, ultrapassar e estragar tudo. Acho que nossa esperança é que as pessoas a vejam como humana, como humana complexa.

Nome

Artigo,1,Capítulos,2,Cosplay,4,Destaque,12,Entrevistas,1,Especial,2,Exclusivo,5,Fan Art,1,Naughty Dog,31,Opinião,4,Outbreak Day,6,Personagens,10,The Last of Us,162,The Last of Us 2,347,The Last of Us 3,2,The Last of Us BOUND,2,The Last of Us HBO,19,The Last of Us INSIDE,20,The Last of Us INSIDE Gameplays,1,The Last of Us INSIDE Live,1,The Last of Us Part II,350,The Last of Us Part III,2,The Last of Us Parte II,2,The Last of Us Remastered,20,The Last of Us: American Daughters,2,The Last of Us: American Dreams,3,The Last of Us: Facções,13,The Last of Us: Left Behind,14,The Last of Us: O Filme,12,Uncharted,58,Wiki,12,
ltr
item
The Last of Us Brasil - Fã Site: Diretor lamenta por desumanizarem personagem de The Last of Us Part II e não entenderem seu lado
Diretor lamenta por desumanizarem personagem de The Last of Us Part II e não entenderem seu lado
Druckmann fala o que o inspirou na criação da personagem e como a batalha final mostra que o que personagens fizeram foi inútil.
https://2.bp.blogspot.com/-oU69e8yM70o/Xx8BY93J7GI/AAAAAAAAOrk/mCez7SIePF4HrLUwPUsgdgZ7RXT-6iYlgCLcBGAsYHQ/s1600/Diretor%2Blamenta%2Bpor%2Bdesumanizarem%2Bpersonagem%2Bde%2BThe%2BLast%2Bof%2BUs%2BPart%2BII%2Be%2Bn%25C3%25A3o%2Bentenderem%2Bseu%2Blado.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-oU69e8yM70o/Xx8BY93J7GI/AAAAAAAAOrk/mCez7SIePF4HrLUwPUsgdgZ7RXT-6iYlgCLcBGAsYHQ/s72-c/Diretor%2Blamenta%2Bpor%2Bdesumanizarem%2Bpersonagem%2Bde%2BThe%2BLast%2Bof%2BUs%2BPart%2BII%2Be%2Bn%25C3%25A3o%2Bentenderem%2Bseu%2Blado.jpg
The Last of Us Brasil - Fã Site
https://www.thelastofus.com.br/2020/07/diretor-lamenta-desumanizarem-abby-last-of-us-2.html
https://www.thelastofus.com.br/
https://www.thelastofus.com.br/
https://www.thelastofus.com.br/2020/07/diretor-lamenta-desumanizarem-abby-last-of-us-2.html
true
5917579165792671413
UTF-8
Ver todas as postagens Nada encontrado. VER TUDO LEIA + Reply Cancel reply Deletar Por Página Inicial PÁGINAS . Ver tudo VEJA TAMBÉM CATEGORIA ARQUIVO BUSCA ALL POSTS Nenhum resultado. Voltar Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Sexta Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow CONTEÚDO PARA ASSINANTES Curta para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy