Atores de Lev e Yara esperam que The Last of Us 2 possa inspirar histórias mais inclusivas

Ian Alexander e Victoria Grace falam sobre identificação, representatividade, transfobia e a experiência transformadora do game.

Antes de prosseguir lendo essa notícia, se você ainda não jogou ou concluiu The Last of Us Part II, saiba que ela contém informações, SPOILERS que certamente comprometerão sua experiência.

Em conversa com o Polygon, os atores originais dos irmãos Lev e Yara, Ian Alexander e Victoria Grace, falaram de suas experiências em interpretar os personagens em The Last of Us Part II e o que ambos tem em comum com eles. Essa é primeira vez que trabalham em um game e concordam que essa foi uma das experiências mais transformadoras que já tiveram.

Victoria lembra de ter ficado muito feliz ao ser escolhida para ser Yara, ex-membro da seita religiosa extremista do jogo chamada Serafitas, e que a descrição da personagem no anúncio inicial de emprego ressoava muito com ela.

Me apeguei rapidamente a Yara por causa de sua força, bravura e abnegação. O colapso de seu personagem descreveu como ela estava disposta a sacrificar tudo o que já conheceu por seu irmão mais novo. Depois de ler, eu a admirava e tudo o que ela representava.

Embora seja a caçula de seus cinco irmãos, ela disse que, se fosse preciso, levaria uma martelada no braço para proteger qualquer um deles, "sei que eles fariam o mesmo por mim”, referindo-se à violência que Yara sofre durante a cena em que os dois personagens irmãos são apresentados.


No papel de Lev, Ian interpreta o irmão de Yara, um personagem trans, também ex-membro dos Serafitas. Anteriormente atuou em The OA de  Netflix, como Buck Vu e Vic. Está também no filme Every Day, de 2018.

Ian relata que pôde tirar proveito de suas experiências pessoais ao retratar Buck Vu e Vic, respectivamente, mas que retratar Lev foi uma aventura muito mais rigorosa do que as anteriores. Passou os últimos três anos trabalhando em The Last of Us Part II, período em que se sentiu incrivelmente apoiado e apreciado pela equipe da Naughty Dog.

Lembro-me de me sentir tão especial por ter sido selecionado para o papel de Lev e ter a oportunidade de trazer minha própria experiência como pessoa trans para a mesa.
Cada papel que desempenhei me pareceu uma extensão de mim mesmo, e então definitivamente senti que Lev era a versão mais corajosa e pós-apocalíptica de mim.

O enredo e o retrato de Lev como um personagem trans no jogo, inspiraram muitas análises profundas e críticas, particularmente na maneira como Lev como uma pessoa trans é revelado. Os outros Serafitas chamam Lev pelo seu nome de nascimento, Lily.

Ian diz entender as críticas. A representação trans ainda é um novo conceito para um grande número de executivos da indústria do entretenimento. Ele sente que fornecer uma agência completa para os personagens trans divulgarem suas identidades de gênero pode gerar histórias poderosas, quando contadas pela perspectiva de uma pessoa trans.

Explicou que sentiu que The Last of Us Part II retrata com precisão sua própria experiência pessoal lidando com a transfobia na vida real, bem como seu próprio tumulto pessoal sobre a religião com a qual ele cresceu, o mormonismo e sua aceitação de sua própria identidade de gênero.

Do seu ponto de vista como uma pessoa transmasculina que enfrentou discriminação transfóbica como resultado da religião e da ignorância geral, não é incomum um estranho ou alguém do seu passado não identificarem seu gênero. Ele disse que, pessoalmente, não se sentiu traumatizado pelo uso do nome de nascimento de Lev durante o jogo. No entanto, ele também esclareceu que sua experiência é exclusivamente sua e que ele não pode falar em nome de todas as pessoas trans.

O site explica que existem algumas semelhanças e diferenças entre as histórias de vida de Ian e Lev. Em vez de abandonar o que lhe foi ensinado como Serafita, Lev decidiu usar sua fé para confortá-lo através das dificuldades. No jogo, Lev diz a Abby que os Serafitas interpretaram mal as palavras da profeta, que deveriam ser sobre paz e união, e eles escolheram a violência e o ódio.

Em sua vida pessoal, Alexander fez o oposto do que Lev fez. A fim de lidar e curar-se da discriminação que enfrentava de sua própria família, ele optou por se desconectar de sua própria fé. Mesmo assim, ele acredita que os próprios princípios de Lev são o que realmente impulsiona suas ações, com sua religião sendo a motivação para sua empatia.

Embora eles tenham tomado caminhos diferentes, é aqui que ele diz que realmente pode se ver em Lev.

Mesmo quando sua fé é usada contra ele por outros Serafitas ou Abby, ele ainda se apega à sua bússola moral para guiá-lo.  Nós dois queremos apenas ser fiéis a nós mesmos, fazer a coisa moralmente correta e proteger aqueles que amamos.

Ele também disse que a diversidade racial representada em The Last of Us Part II significa muito para ele. Lev e Yara são asiáticos-americanos, mas suas identidades raciais não têm nada a ver com seus próprios arcos de personagens. Ian acha justo ver personagens asiáticos, latino-americanos e negros simplesmente existirem no mundo do jogo e não serem definidos por suas próprias identidades raciais.

Victoria concorda, dizendo que quando se trata de personagens de cor de pele, é comum a história enfatizar seus antecedentes. Ela disse que sentiu que The Last of Us Part II forneceu uma imagem mais verdadeira da representação, que reflete o mundo real.

Se alguém me perguntasse quais características eu usaria para descrever Yara e Lev, 'ser asiático' não seria meu primeiro pensamento, porque Neil e Halley são ótimos no desenvolvimento de personagens tridimensionais.

Ambos os atores acreditam que estar envolvido neste jogo abrirá as portas para mais oportunidades na indústria do entretenimento. Ian viu um avanço na indústria nos últimos anos, especialmente agora que as pessoas trans são mais visíveis do que nunca. Enfatizou a importância de pessoas trans se envolverem em todas as etapas do processo de produção, tanto na frente da câmera quanto atrás dela.

Também estou realmente ansioso para ver como a indústria elevará as vozes negras e indígenas, que foram ignoradas e silenciadas por muito tempo.

Victoria é grata a Neil Druckmann por ter a chance de fazer Yara.

No que diz respeito à representação, espero que a Parte II inspire outros criadores e escritores a buscar histórias mais inclusivas. Não apenas nos videogames, mas na mídia como um todo. 

Em uma ocasião quando ela retornou para falar com Druckmann, ele perguntou se ela jogava videogame. Embora ela estivesse familiarizada com The Last of Us, ela respondeu honestamente dizendo "Não, eu não tenho permissão..." e ele riu, acenando com a cabeça e compreendendo. “Não era algo muito inteligente de se dizer, do ponto de vista comercial, mas o que foi feito foi feito”, ela lembrou com um sorriso.

Como resultado do trabalho com a Naughty Dog, ela revelou ter começado a jogar mais videogames e os ama absolutamente. “Agora eu me consideraria um gamer, embora não seja muito boa, mas estou chegando lá. É graças ao Naughty Dog e à Parte II.”
Nome

Artigo,1,Capítulos,2,Cosplay,4,Destaque,12,Entrevistas,1,Especial,2,Exclusivo,5,Fan Art,1,Naughty Dog,31,Opinião,4,Outbreak Day,6,Personagens,10,The Last of Us,162,The Last of Us 2,347,The Last of Us 3,2,The Last of Us BOUND,2,The Last of Us HBO,19,The Last of Us INSIDE,20,The Last of Us INSIDE Gameplays,1,The Last of Us INSIDE Live,1,The Last of Us Part II,350,The Last of Us Part III,2,The Last of Us Parte II,2,The Last of Us Remastered,20,The Last of Us: American Daughters,2,The Last of Us: American Dreams,3,The Last of Us: Facções,13,The Last of Us: Left Behind,14,The Last of Us: O Filme,12,Uncharted,58,Wiki,12,
ltr
item
The Last of Us Brasil - Fã Site: Atores de Lev e Yara esperam que The Last of Us 2 possa inspirar histórias mais inclusivas
Atores de Lev e Yara esperam que The Last of Us 2 possa inspirar histórias mais inclusivas
Ian Alexander e Victoria Grace falam sobre identificação, representatividade, transfobia e a experiência transformadora do game.
https://3.bp.blogspot.com/-0GKtFHoR5hU/XyTPGWWwkCI/AAAAAAAAOug/WrKFPWSpazQcYZsEmINczkADRM-nrWoZwCLcBGAsYHQ/s1600/Atores%2Bde%2BLev%2Be%2BYara%2Besperam%2Bque%2BThe%2BLast%2Bof%2BUs%2B2%2Bpossa%2Binspirar%2Bhist%25C3%25B3rias%2Bmais%2Binclusivas.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-0GKtFHoR5hU/XyTPGWWwkCI/AAAAAAAAOug/WrKFPWSpazQcYZsEmINczkADRM-nrWoZwCLcBGAsYHQ/s72-c/Atores%2Bde%2BLev%2Be%2BYara%2Besperam%2Bque%2BThe%2BLast%2Bof%2BUs%2B2%2Bpossa%2Binspirar%2Bhist%25C3%25B3rias%2Bmais%2Binclusivas.jpg
The Last of Us Brasil - Fã Site
https://www.thelastofus.com.br/2020/07/atores-lev-yara-esperam-last-of-us-2-inspire-inclusao.html
https://www.thelastofus.com.br/
https://www.thelastofus.com.br/
https://www.thelastofus.com.br/2020/07/atores-lev-yara-esperam-last-of-us-2-inspire-inclusao.html
true
5917579165792671413
UTF-8
Ver todas as postagens Nada encontrado. VER TUDO LEIA + Reply Cancel reply Deletar Por Página Inicial PÁGINAS . Ver tudo VEJA TAMBÉM CATEGORIA ARQUIVO BUSCA ALL POSTS Nenhum resultado. Voltar Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Sexta Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow CONTEÚDO PARA ASSINANTES Curta para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy