Artista une cosplay de The Last of Us, educação e responsabilidade ambiental

Fotos foram tiradas em Chernobyl, cenário do pior acidente nuclear da história.


Há uma semana compartilhamos em nossa página no facebook um cosplay bastante especial de The Last of  Us, mas nada falamos sobre. Ele que já é bastante conhecido na rede por fazer de sua arte merecida de todo o sucesso, uniu isso a conscientização.

É fato que o nosso planeta vem sofrendo ao longo dos anos sérios problemas ambientais que podem um dia ocasionar o seu fim. Uma das principais causas disso é a ação do homem, seja pela poluição ou negligência. O desastre nuclear de Chernobyl acontecido em 1986, completou 31 anos e ainda é tido pelo mundo como um dos mais tristes da história, por tornar Pripyat, cidade que tinha mais de 45 mil habitantes, hoje quase inabitada e de turismo incomum, que inclusive também foi cenário de alguns filmes de terror.

Pensando diferente, o artista Maul Cosplay foi até lá, como Joel, não apenas pela cidade ucraniana parecer cenográfica ou o ambiente ideal para fotos com temática pós-apocalíptica, mas para sensibilizar seus seguidores de que muitas vezes os fins não devem justificar os meios e de que o acidente na central eléctrica da Usina Nuclear de Chernobyl, que estava sob a jurisdição direta das autoridades centrais da União Soviética, podia ter sido evitado, ou pelos menos amenizado suas consequências, mas não foram, ocasionado um número de vítimas incerto por muitos anos devido a exposição à radiação.

Pelas lentes do fotógrafo eosAndy, maquiagem e descrições de Maja Felicitas, o cosplayer posou para imagens que mostram o vazio deixado pela catástrofe, onde a natureza tenta tornar a cidade viva novamente.

"Por que eu ousei viajar para a zona de exclusão de Chernobyl, apenas pelo cosplay?"

Eu não fui lá por diversão e jogos. Eu fui lá, porque esses lugares são importantes. Eles representam algo que nenhum de nós deve se esquecer. E acredite em mim, não foi uma viagem feliz. Como um cosplayer, às vezes você se depara com oportunidades que pedem muito mais do que apenas uma imagem legal de seus figurinos e alguns likes no Facebook. Às vezes eu sinto que podemos fazer muito mais.

"Mas Maul, não é uma sessão de fotos que represente um jogo pós-apocalíptico, numa zona cataclísmica real, desrespeitoso às vítimas? Por que você teve que ir lá fazer cosplay?"

Como as mídias sociais são poderosas e se eu posso usar esses seguidores para aumentar a conscientização - eu não pararei. Na minha opinião, é mais desrespeitoso deixar que esses lugares e eventos sejam esquecidos. Eu conversei com muitas pessoas sobre Chernobyl ultimamente e havia muitos que não sabiam muito ou mesmo nada sabiam sobre isso. Isto não pode ser. É claro que também fomos a Chernobyl para tirar fotos mais autênticas de TLOU que tínhamos em mente. Eu nunca lutaria com isso. Então, eosAndy e eu reunimos um monte de coisas legais do jogo, como também muitas fotos extremamente pesadas e escuras. Queremos que sejam vistas. Queremos que as pessoas tenham em mente essas catástrofes. Para tratá-los com mais respeito e consciência. Então, por que não "usar" uma franquia como The Last Of Us para ensinar as gerações mais novas sobre a importância de assumir a responsabilidade? A maioria de vocês tem o direito de escolher. O direito de votar. Como este planeta é sua casa - salve-o! Nunca esqueça e sempre se atreva a falar.

O Citycenter de Pripyat era uma selva de concreto, antes do acidente. Hoje em dia, é um lugar de árvores e arbustos que crescem das escadas. 30 anos após a tragédia, a natureza tem a propriedade original.

Nós entramos num antigo jardim de infância. O nosso guia disse-nos antes que este é um dos lugares mais assustadores e sombrios da zona de exclusão. Este jardim de infância era o maior da cidade e você só pode imaginar quantas crianças tiveram de fugir da radiação, saindo das paredes coloridas através das portas, agora podres. Nunca me esquecerei do que este lugar me fez sentir. É diferente de você imaginar isso até estar lá e sentir a atmosfera pesada rastejando sobre sua pele. Não era como entrar num filme de terror, apesar de haver bonecas e brinquedos por todo o lado. Pisando em livros de pinturas, tentando não esmagar os restos desses pequenos. Não foi nada assustador. Foi incrivelmente triste.
Nunca se esqueça de todos os horrores. Nunca se esqueça de todas as vítimas. Nunca se esqueça que a subestimação deste planeta e de todos os poderes podem causar tragédias terríveis e implacáveis.
Quando estivemos nesta área, passamos por um ponto de controle onde uma raposa estava pegando sol em frente a uma casa. Quando nos aproximamos, ela estava por algum motivo balançando o rabo e levantou-se com suas pernas magras. Os soldados disseram-nos que o seu nome era 'Simon, a raposa amigável'. Passa o dia com os soldados, a passear pelos postos de controle e à espera de comida. Igual seu cão faria.
Andar por este parque de diversões faz você perceber ainda mais como os acidentes foram trágicos. Este lugar era uma cena de alegria e felicidade absoluta. Lembra os sons da sua última visita à Disneylândia. Lembre-se do riso, dos gritos, do barulho dos passeios. E depois imaginem esta atmosfera desaparecendo num piscar de olhos. Mas mesmo sem todos os sons, as pessoas, a diversão, você ainda está no meio da Disneylândia. É o que isso é. Uma pequena e esquecida Disneylândia.
Isso mostra claramente que a natureza tem a zona de exclusão. Onde uma vez foi a civilização, agora é um habitat natural para as plantas e animais. Estes cavalos selvagens percorrem a área com os seus potros da forma majestosa. Agem de forma diferente, mas sem medo dos humanos. É como se nunca tivessem experimentado nada de mal vindo de nós. Este foi um dos momentos mais belos e poderosos.
No meio da floresta, um pouco fora de Prypjat havia um acampamento de verão. Uma pequena aldeia com casas de madeira, decoradas por pinturas infantis de desenhos animados. Quando penso em acampamentos de verão, penso em fogueiras, em jogos, em crianças rindo cobertas de lama, o passatempo de suas vidas. Eu penso nas histórias que contam uns aos outros quando estão deitados na cama à noite, da excitação que só um campo de férias pode te dar. Mas estas histórias estão esquecidas há muito tempo. Eu só podia tentar ouvir as narrativas das casas podres e saqueadas que me disseram tanto sobre o terror mortal que aconteceu aqui.
A Zona de exclusão não é apenas um lugar de horrores. É também um lugar que representa o poder da natureza e o poder de rewilding. Um lugar onde se tem a sensação de que a mãe terra tenta cobrir os horrores do passado com a sua beleza. E às vezes... Ela é bem sucedida com isso.
Quando estávamos neste velho ginásio, surgiram sentimentos diferentes na minha mente. Vendo o chão partido, esmagado em cada passo que dávamos, lembrei-me do meu tempo de escola. A rede do cesto onde se foi? Não tenho certeza se foi roubada por necrófagos ou simplesmente desapareceu ao longo do tempo. De repente, ouvimos alguns barulhos e depois havia um cão. Linda, mesmo que desnutrida, a fêmea estava lentamente abanando o rabo e olhou para nós com os olhos mais bonitos e confiantes. Ela empurrou o seu corpo contra mim, só para ficar completamente imóvel quando eu comecei a passar os dedos pela sua pele grossa. Ela seguiu-nos por toda a área até que tivemos de descer escadas. Nunca vou esquecê-la se tremer e entristecer. A olhar para baixo enquanto íamos desaparecendo no escuro.
As principais estradas da zona de exclusão são uma lembrança dos 1.200 automóveis cheios de pessoas tentando escapar da radiação. 36 horas depois do acidente. 36 horas, Disseram-lhes que tudo iria ficar bem e que iriam voltar 3 dias depois. Não o fizeram.
Num dos jardins de infância, há uma sala com centenas de respiradores para crianças no chão. Muitas pessoas poderiam pensar que os respiradores foram usados para proteger os pequenos durante a evacuação. Mas o fato é que foram guardados no jardim de infância, em caso de ataque nuclear. Ser atirado de volta para um mundo onde este era um cenário provável, tornou isso ainda mais doloroso. Isto não foi um tratamento de emergência. Esta foi a preparação para um desastre de origem artificial. O pensamento ainda me dá arrepios na espinha.
Em frente a uma casa como esta, há muito que se espera. No deserto da zona de exclusão, tudo o que se imaginar, pode estar à sua espera atrás daquelas folhas e vidros quebrados. A intimidação deste lugar escorre dos buracos nas paredes. O Alex nos levou aos restos de uma sala onde o cheiro de uma antiga casa estava coberto pelo cheiro de mofo e ferrugem. Quando aconteceu, todos estavam aqui, basicamente, fatalmente doentes. Imediatamente. A minha garganta sentiu-se contraída. Tropecei no ar fresco. Mas não há ar fresco na zona de exclusão. Você pode provar o cheiro da catástrofe em cada respiração.
Entrar numa sala na zona de exclusão não é como se estivesse à espera. Onde uma vez era a vida e uma casa cheia de pessoas e suas posses agora é o vazio causado por necrófagos. Isto me bateu com força. O lugar em si é suficientemente trágico, imaginar estranhos vasculhando por objetos pessoais para encontrar algo valioso, que causou fúria no meu coração.
O Radar Duga foi um sistema de alerta precoce soviético na guerra fria. Senti-me muito intimidado quando ele apareceu no horizonte. Quando eu passei, só tinha um pensamento na minha mente. Porque é que precisamos de uma máquina assim? Porque é que temos de construir antenas de metal horrendo para nos protegermos dos ataques nucleares? Como é que a humanidade se tornou uma criação tão estúpida da evolução? Por que não podemos todos viver em paz? A subestimação do poder humano parece ser a causa de tantas tragédias e aqui fiquei, no meio do maior memorial da megalomania humana. Repugnante.

Através do Facebook, Maul agradeceu a todos que compartilharam suas fotos e relato, que recebeu diversas mensagens, especialmente da Ucrânia.

Confira mais do trabalho do artista e seus parceiros:

Maul Cosplay
https://www.facebook.com/maulcosplay/ 

eosAndy
https://www.facebook.com/eosandy/ 

Maja Felicitas
https://www.facebook.com/majafelicitas/

Alex - Arthammer LARP Workshop
https://www.facebook.com/arthammerLARP/

COMENTÁRIOS:

Nome

Capítulos,2,Cosplay,4,Destaque,6,Entrevistas,1,Exclusivo,5,Fan Art,1,Naughty Dog,25,Opinião,4,Personagens,8,The Last of Us,121,The Last of Us 2,113,The Last of Us INSIDE,11,The Last of Us Part II,98,The Last of Us Remastered,16,The Last of Us: American Daughters,2,The Last of Us: American Dreams,3,The Last of Us: Facções,9,The Last of Us: Left Behind,14,The Last of Us: O Filme,12,Uncharted,43,Wiki,10,
ltr
item
The Last of Us Brasil - Fã Site: Artista une cosplay de The Last of Us, educação e responsabilidade ambiental
Artista une cosplay de The Last of Us, educação e responsabilidade ambiental
Fotos foram tiradas em Chernobyl, cenário do pior acidente nuclear da história.
https://2.bp.blogspot.com/-sAv-FK_ETwE/WXUDkmSap2I/AAAAAAAAJt8/-ZYfaPrTmLAiLIh7XJ7rqq8XjEuoiO7LACLcBGAs/s1600/Artista%2Bune%2Bcosplay%2Bde%2BThe%2BLast%2Bof%2BUs%2Ba%2Bcr%25C3%25ADtica%2Bsocial.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-sAv-FK_ETwE/WXUDkmSap2I/AAAAAAAAJt8/-ZYfaPrTmLAiLIh7XJ7rqq8XjEuoiO7LACLcBGAs/s72-c/Artista%2Bune%2Bcosplay%2Bde%2BThe%2BLast%2Bof%2BUs%2Ba%2Bcr%25C3%25ADtica%2Bsocial.jpg
The Last of Us Brasil - Fã Site
https://www.thelastofus.com.br/2017/06/last-of-us-chernobyl.html
https://www.thelastofus.com.br/
https://www.thelastofus.com.br/
https://www.thelastofus.com.br/2017/06/last-of-us-chernobyl.html
true
5917579165792671413
UTF-8
Ver todas as postagens Nada encontrado. VER TUDO LEIA + Reply Cancel reply Deletar Por Página Inicial PÁGINAS . Ver tudo VEJA TAMBÉM CATEGORIA ARQUIVO BUSCA ALL POSTS Nenhum resultado. Voltar Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Sexta Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow CONTEÚDO PARA ASSINANTES Curta para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy