Escritor e Diretor de The Last of Us Part II explica como é feito o trabalho junto a Naughty Dog



Desde o anúncio de The Last of Us Part II, o diretor e escritor do game, Neil Druckmann, tem compartilhado cada vez mais novidades que envolvem o futuro jogo, ainda sem data de lançamento. Durante o DICE Summit 2017, o dog explicou como escreve seus jogos e como é feito o trabalho na Naughty Dog.

Inicialmente, ele diz que precisa ser capaz de falar com confiança sobre a história, ser o mais íntimo possível da ideia inicial. Dessa forma, ele pode ver o arco e saber onde o final é, o que o final diz sobre a história. A partir daí, ele trabalha com a equipe de design e a equipe de arte, para começar a desenvolver o visual do jogo e como ele será jogado, começando essencialmente a criar ativos, incluindo um protótipo de jogo, animações de pré-visualização, arte conceitual de ambientes, ajudando-o a visualizar melhor o jogo em sua cabeça, ao mesmo tempo que recebe o feedback da equipe.

Quando a história começa a ser aperfeiçoada, mesmo que ainda nos estágios iniciais, Druckmann tenta manter a ideia original, mas sem se fechar para ideias melhores. Pouco antes de quando a equipe, junto aos atores, vão começar a filmar as cenas, é quando a primeira cena é escrita. O que pode ser compartilhado com a equipe e revela mais dos personagens.

Com todos os elementos visuais e animações preparados, a equipe vai para o teatro no estúdio, e é percorrido toda a experiência do jogo com o maior número de detalhes possíveis. Isso dura entre uma e duas horas, descrevendo coisas como começo, personagens, jogabilidade, arco da história, conflitos, emoções e mais, parte por parte. É então que essa sessão é gravada e salva na rede de estúdio, de modo que os desenvolvedores possam tê-la como referência constante, enquanto eles tentam capturar o tom que estão atrás para o jogo. Essa apresentação, de acordo com Neil, é o que ajuda a guiar a equipe pela história, jogabilidade e estética.

via DualShockers.
Tecnologia do Blogger.